Uva Passa, por que não?

Uva passa é aquele tipo de alimento 

que quem gosta, ama e quem não gosta, odeia. Parece que não tem meio-termo…

Chega dezembro e com as festas começam os pedidos desesperados: “faz o arroz a grega, mas não coloca uva passa!” Ora, arroz a grega sem uva passa não é arroz a grega. Então, podemos criar inúmeras receitas de arroz, com castanhas, com queijo, com temperos…

Mas esta frutinha, desidratada, em receitas ou mesmo pura, pode ser uma boa opção para enriquecer a sua Ceia de Natal.

Esta frutas secas são muito nutritivas e deveriam fazer parte do seu cardápio durante o ano todo.

Rica em polifenóis

Estes antioxidantes presentes na uva desidratada podem auxiliar na prevenção do envelhecimento e outras doenças.

Ricas em fibras

Por serem riquíssimas em fibras, podem  ajudar a regular o seu intestino.

Ricas em energia

O açúcar da fruta fica concentrado e pode lhe dar muita energia durante o dia.

Rica em sais minerais

As uvas passas concentram ferro e cálcio podendo ser uma boa opção para fortalecer o sangue e os ossos.

Rica em potássio

O potássio atua como regulador do sódio, auxiliando nas funções cardíacas.

Receitas, de Natal ou não podem compor seu cardápio: muffins, farofas, arroz, panetone, maionese entre outras.

RECEITINHA DA SEMANA

FILÉ DE FRANGO GRELHADO AO MOLHO DE UVA PASSA, DAMASCOS E AÇAFRÃO

Ingredientes

4 filés de peito de frango temperados com sal, sálvia e alho

50 gramas de damasco cortadinho em tirinhas

50 gramas de uva passa branca

50 gramas de uva passa preta

1 cebola pequena bem picada

3 colheres de requeijão light

1 dente de alho picado

1 pitada de açafrão

Azeite de oliva

Sal

Pimenta branca

Modo de Preparo

Em uma frigideira, grelhar os filés em pouco azeite de oliva.

Depois refogar a cebola, alho, damasco, uva passa, finalizando com o açafrão e o requeijão light.

Servir sobre os filés.

Bom Apetite! Bon Appétit! Buon Appetito! Enjoy Your Food!

MARLISE POTRICK STEFANI 

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING | QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA

Tomates, dão vida à sua vida 🍅

Sempre achei engraçado que o tomate 🍅 seja uma fruta.

Fiquei tão orgulhosa aos meus seis anos de idade, quando consegui comer a minha primeira salada, que era o tomate.

Depois descobri que ele não era legume e sim uma fruta. Fiquei meio frustrada, mas continuo amando tomates, seja cerejas, gauchos, longa vida, italianos, qualquer um deles me agrada muito.

É um alimento extremamente versátil, participa da entrada, do prato principal, até de sucos, mas pouco participa da sobremesa, sendo ele uma fruta…🤔

Mas, cismas a parte, é um alimento rico em muitos nutrientes.

Pele

O tomate é rico em antioxidantes que ajuda a proteger a pele dos danos causados pelo sol. 

Visão

Com uma alta quantidade de vitaminas A e C, o fruto pode melhorar bastante a visão.

Próstata

Estudos apontam que comer mais tomates reduz o risco da doença em órgãos como próstata pela alta concentração de licopeno.

Como receita, poderíamos fazer ele sozinho, como salada, mas escolhi a Salada Caprese, uma pérola da gastronomia italiana:

Salada Caprese

Ingredientes

5 tomates italianos

3 bolas de mussarela de búfala

Folhas de manjericão

Azeite de oliva extra-virgem a gosto

Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

Modo de Preparo

Lavar os tomates e cortar em fatias. 

Escorrer as bolas de mussarela e cortar em fatias.

Lavar e secar bem as folhas de manjericão. Colocar numa travessa os gomos de tomate e de mussarela de búfala, temperar com o sal e a pimenta a gosto e regue com o azeite de oliva. Finalizar com as folhas de manjericão e servir. 

Bom Apetite! Bon Appétit! Buon Appetito! Enjoy Your Food!

MARLISE POTRICK STEFANI 

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING | QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA

Alcachofra, seus mistérios e sabores

A alcachofra é uma planta comestível em forma de flor pouco conhecida. Os italianos trazem consigo esta receita. Para mim, representa muito da minha infância em Bento Gonçalves. Toda a família sentava ao redor da mesa e ia desfolhando a alcachofra, colocando a polpa da pétala entre os dentes e tirando dali um sabor incrível. Alguns gostam de mergulhar em um molhinho de vinagre, azeite e sal. Mas a melhor parte é o final, o fundo da alcachofra, que a gente come de garfo e faca, bem devagarinho para guardar o sabor por mais tempo na boca.

Vinda da região mediterrânea, chegou ao Brasil pelos imigrantes italianos, rica em polifenóis, fibras e sais minerais, e cerca de 60 calorias.

Como benefícios, podemos destacar:

Auxilia na função hepática

Reduz o colesterol

Auxilia na digestão

Pode baixar a glicemia

Auxilia na redução de peso

Como preparar:

As alcachofras podem ser cozidas, assadas ou grelhadas, mas também podemos fazer excelentes pratos com elas recheadas ou empanadas.  Como salada, canapés ou mesmo como acompanhamento de carnes, aves e peixes fica excelente.

RECEITINHA DO DIA: RISOTO DE ALCACHOFRA

Ingredientes

4 corações de alcachofra

1 cebola picada

1 xícara de arroz arbóreo

2 colheres de azeite de oliva

1 pitada de sal

1 pitada de pimenta do reino

3 colheres de manteiga

3 colheres de vinho branco seco

1/2 litro de caldo de legumes

1 xícara de queijo grana padano

Modo de Preparo

Cozinhe as alcachofras e retire o fundo delas. Corte em quatro e refogue a cebola e as alcachofras no azeite.

Coloque então o arroz, junte o vinho até secar.

Adicione aos poucos o caldo de legumes e  e o sal, cozinhando até que o arroz fique macio.

Adicione então a manteiga e o queijo, retire do fogo e sirva com a pimenta do reino moída na hora e queijo parmesão ralado.

Bom Apetite! Bon Appétit! Buon Appetito! Enjoy Your Food!

MARLISE POTRICK STEFANI 

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING | QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA